A Renamo é precionado a encontrar soluções face aos ataques no centro do país

/, Poilitica/A Renamo é precionado a encontrar soluções face aos ataques no centro do país

“Renamo deve encontrar solução para que seus problemas não sobrem para o país, nem para a população” -Manuel Bissopo

O antigo secretário-geral e membro sénior da Renamo, Manuel Bissopo, diz que os problemas do partido só podem ser resolvidos internamente.

Redacção: Acção Fm

Antigo Secretário Geral da Renamo, Manuel Bissopo

Segundo Manuel Bissopo, a Renamo deve concentrar-se na preparação de futuros eventos políticos sem no entanto imputar os seus fracassos à outras forças políticas, muito menos ao governo.

“É difícil isentar, dizer que a Renamo não pode assumir, não pode ter a responsabilidade de acabar com o problema, porque é a Renamo, nós não temos duas Renamos. Tem que haver coragem por parte da direcção da Renamo de assumir que em determinado momento poderá ter havido clivagem e encontrar uma solução interna para que os problemas internos não sobrem para o país, não sobrem para a população, não sobrem para os civis. O governo nunca havia de levar bolachas, nem chuchas, nem manteiga no bolso para ir entregar à Junta Militar e arrancar as armas. O governo não iria fazer isso, porque não é assim que se faz para desarmar alguém armado. Então eu pergunto quem é o autor moral da guerra ? O governo não tem nenhuma culpa. O governo foi solicitado para ir actuar sobre as tropas da Renamo, pela própria Renamo. Eu acho que esta estratégia de manifestação é uma estratégia falhada, porque neste momento a prioridade é acabar com a insegurança que existe, Quem vai fazer a manifestação ? Os membros da Renamo precisam de um sossego. Eu sinto que já sacrificaram o suficiente”, disse.

O antigo secretário geral e membro sénior da Renamo, Manuel Bissopo acrescentou que a manifestação a ser convocada é uma estratégia falhada e que não vai alterar os resultados eleitorais. (RA)

By | 2019-12-31T10:41:28+02:00 Dezembro 31st, 2019|Notícias, Poilitica|0 comentários

About the Author:

Deixe o seu comentário