DNIC encerra balcões por um dia devido à COVID-19 em Maputo

//DNIC encerra balcões por um dia devido à COVID-19 em Maputo

Dois balcões de atendimento da Direcção Nacional de Identificação Civil (DNIC) estarão encerrados, esta segunda-feira, na cidade de Maputo, para trabalhos de desinfecção em resultado de terem sido detectados dois casos do novo Coronavírus.

Trata-se dos balcões de atendimento do Serviço de Identificação Civil da Cidade de Maputo, bem como o de Kampfumo, que funciona na Avenida Eduardo Mondlane, próximo à sede do Serviço Nacional de Salvação Pública (SENSAP).

A DNIC informa que a medida visa dar espaço à “desinfecção de suas instalações e testagem”, por causa de “dois casos da COVID-19, detectados no dia 8 de Janeiro”. A instituição elucida ainda que “os serviços serão reabertos na terça-feira, dia 12”.

Enquanto durar o encerramento, “os serviços de identificação civil estarão disponíveis nos balcões de atendimento da 24 de Julho, KaMavota (Laulane), KaMubukuane, KaTembe, KaMaxaquene e no posto de atendimento de Magoanine”, diz a instituição, num comunicado a que “O País” teve acesso.

O encerramento por um dia dos balcões em alusão surge num contexto em que a instituição regista forte demandada de utentes que buscam pelos serviços de identificação civil.

Só na última segunda-feira, por exemplo, a cidade de Maputo registou mil pedidos de bilhetes de identidade, muito acima da média diária de 400 solicitações.

Refira-se que esta não é a primeira vez que a DNIC encerra repartições devido ao registo de casos da COVID-19 na instituição.

Em Setembro último, a mesma entidade encerrou, temporariamente, a fábrica que produz os documentos de identificação na Matola, depois de diagnosticar Coronavírus positivo num dos colaboradores.

By | 2021-01-11T08:58:34+02:00 Janeiro 11th, 2021|Sociedade|0 comentários

Deixe o seu comentário