Nacir Armando: “fomos dominantes, mas perdemos a eliminatória no único erro que cometemos”

//Nacir Armando: “fomos dominantes, mas perdemos a eliminatória no único erro que cometemos”

O afastamento precoce da União Desportiva do Songo na Taça CAF encurtou o sonho dia vencedores da Taça de Moçambique de voltarem a tomar parte na fase de grupos de uma Afrotaça. Intragável é como os adeptos da UDS analisam este desaire, sobretudo depois de terem conseguido um empate a zero na primeira mão e depois de Lau King ter colocado a equipa moçambicana em vantagem na eliminatória.

No final do jogo que terminou com as duas equipas empatadas a uma bola, tendo União do Songo sido eliminada por conta do golo sofrido no Caldeirão do Chiveve, Nacir Aramando referiu que a  sua equipa foi dominante, mas acabou perdendo a eliminatória no único erro que cometeu na partida e que acabou por ser fatal.

“Fizemos um bom jogo, estivemos em condições de passar a eliminatória, a equipa exibiu-se muito bem, tivemos o domínio do jogo, infelizmente numa desatenção da nossa defensiva o adversário acabou marcando a diferença na eliminatória”, disse Nacir Armando.

O treinador refere que após sofrer o golo a sua equipa “lutou para ver se conseguia recuperar a desvantagem, mas não foi possível o adversário acabou batendo-se bem nos últimos dez minutos”.

Fazendo uma avaliação dos dois jogos da eliminatória, Nacir Armando considerou que a União Desportiva do Songo “foi superior aqui (em casa) em Lusaka conseguimos estrategicamente fazer o nosso jogo para afastar a eliminatória para aqui (Caldeirão do Chiveve)”.

“As duas equipas são grandes, equivalem-se, mas penso que dominamos o jogo da segunda mão e só falhamos uma única vez, conseguimos manter o ritmo do jogo em condições, conseguimos estar muito bem até ao fim do jogo, pese embora que quando há muitas substituições por fazer nalguns casos o ritmo diminui tanto o nosso como o do adversário, conseguirmos fazer as compensações infelizmente só podemos chorar pela falha que tivemos e o adversário  marcou”, considerou o treinador dos hidroeléctricos.

Com esta eliminatória festa agora a União do Songo preparar a sua participação no Moçambola 2021 que arranca a 16 de Janeiro, sendo que os hidroelétricos têm uma deslocação a capital do país onde vão defrontar ao Ferroviario de Maputo.

By | 2021-01-07T10:04:02+02:00 Janeiro 7th, 2021|DESPORTO|0 comentários

Deixe o seu comentário